Volte ao topo

Pretas Por Salvador manifestam contra a ação de despejo da comunidade Terra Prometida

Em apoio aos moradores da ocupação da comunidade Terra Prometida, a mandata coletiva Pretas Por Salvador (PSOL/BA), esteve presente, na manhã desta quinta-feira (25/11), no bairro de Canabrava em Salvador, em uma manifestação. O ato teve como objetivo cobrar providência das autoridades, pois a população está perdendo sua moradia em um processo de reintegração de posse de terra, através de um documento apresentado pela empresa MRM Construtora, responsável pela solicitação de despejo. Na região, reside, há mais de oito anos, mais de 72 famílias que poderão ficar desabrigadas.
_ “Eles estão dando um prazo de 15 dias a contar da sexta-feira passada. Então é um caso muito grave. Estamos vivendo uma pandemia, que ainda não finalizou, inclusive os dados tem aumentado. Nós temos uma Lei Nacional que é contra o despejo, a Lei do Despejo Zero que diz que nenhuma ocupação pode sofrer reintegração de posse até dezembro de 2021. Hoje, estamos manifestando com essas famílias que não tem somente um ano aqui dentro como o documento informa, mas sim oito anos. São famílias com crianças, com idosos, com deficientes, que tem vínculo com a comunidade”_, disse co-vereadora Cleide Coutinho da Mandata Coletiva, também representante do Movimento Nacional de Luta Por Moradia (MNLM).

Share:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Recentes